DEIXE

DSC00319_FotorDeixe as pessoas livres. Deixe-as escolher. Não imponha nem mostre como você faria.
Apenas, deixe.
 
Deixe que desfrutem do seu melhor. Não prometa nada.
 
Deixe que desfrutem do seu pior. Deixe que vejam quem você realmente é.
 
Deixe-as livres. Totalmente livres.
 
Caso você escute: “você não me ama, porque não se importa comigo…”, olhe essa pessoa no fundo dos seus olhos e sem medo diga: “Mas eu te amo. Te amo tão forte e loucamente… Só que de uma maneira diferente. Não posso amar como todos os outros porque sou diferente. Quero te impressionar as duas da manhã te trazendo uma rosa vermelha e viajar durante meses só pra morrer de saudade e quando voltar, sentir seu amor como se fosse a primeira vez.”
 
Deixe as pessoas confusas.
Deixe-as boquiabertas. Surpreenda-as com frases, palavras, atitudes.
Deixe o orgulho de lado, às vezes.
Deixe de ser bobo… Às vezes.
Deixe de fazer de conta que não vê o que está diante dos seus olhos.
Deixe de insistir naquilo que você sabe que não te levará a lugar nenhum.
Deixe de perder tempo. Invista em você. Invista em seu sonho.
Deixe de querer ser como todos ao seu redor. Deixe de reproduzir os mesmos e velhos discursos. Seja o novo. De novo. Seja “o cara do contra”. Quando todos disserem “sim”, diga “não”.
Deixe de dizer “sim” quando quer dizer “não” e vice-versa.
Deixe de mentir a si mesmo. Faça o que estiver sentindo. Mesmo quando todos julgarem errado.
Deixe de se lamentar. A vida é bela e sempre sorri para todos. Encontre soluções. Enquanto a maioria cria obstáculos, crie as pontes para atravessá-los. Existe sempre algo positivo mesmo em uma desgraça. Catástrofes e problemas existem para nos ensinar a viver intensamente como se fosse nosso último dia.

Deixe de ser burro. Estude sempre. Melhore seu português. Escreva melhor. Releia livros de história, Geografia… As exatas, bem… Você pode deixá-las pra lá. Elas são realmente chatas.

Deixe a inércia de lado. Invista em sua vida. Ela é a maior empresa do mundo e você pode evitar que ela vá a falência.
Deixe de se apegar a tudo que é material: uma hora ou outra “eles” podem tomar tudo aquilo que você tem. Menos aquilo que você viveu e aprendeu.
Apenas, deixe.
Raúl Veiga, o Palhaço Milho Baunilha
France 2016


Sempre que tento me aproximar de alguém acabo tendo as mesmas decepções e sei exatamente porquê: escolhi tentar mudar o mundo e essa é a minha utopia. Creio nela intensamente. Sendo assim, não posso impor minhas loucuras aos outros.
As pessoas ficam fascinadas com o que sou e o que faço. Ficam encantadas em como sou corajoso em desbravar o mundo. Ficam com medo de uma pessoa que largou tudo e sempre largará apenas para poder colocar um nariz vermelho e arrancar um sorriso de uma criança. Sim. Essa é a minha prioridade de vida: fazer do mundo um lugar mais feliz.
deixe

Compartilhe conosco sua opiniao

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s