#metoo? 🤔😤

Caso não queira ler, você pode escutar essa crônica :


Como todas as pessoas na face deste planeta, também tenho minha opinião.

Quanto barulho fez essa “hashtag”!!! Assédio moral e sexual. Mulheres com nojo de alguns homens. Melhor: mulheres com nojo de todos os homens afinal, SÃO TODOS IGUAIS e mesmo que você não seja, apenas por ser homem já é culpado por algo que não fez.

  • – Mas sou daqueles caras que defendem as mulheres e nunca nem em imaginação seria capaz de agredi-las fisicamente!
    (tom ríspido) – Você não está fazendo mais do que sua obrigação!!!

Ódio! Ódio e mais ódio!

Acho compreensível você odiar um cara que te xinga porque você não aceitou uma escrotice que ele falou.

Bem, preciso atualizar minha caixa de dados pois antes era um “rei da paquera”. Sabia exatamente como e quando exprimir o que tava sentindo. Tomava coragem e dizia, suando frio que achava aquela garota linda.

Tento entender qual é o problema em receber um elogio! Se alguém me elogia, fico feliz pra caramba! Nem precisa ser alguém que eu conheça. Apenas agradeço e automaticamente retribuo o elogio enaltecendo algo da pessoa que me elogiou. Sei lá, um ciclo de gentilezas.

Assisti infelizmente, homens sendo piores do que porcos imundos. Deselegantes, grosseiros, sem educação.

A questão é que a sociedade está repleta de homens frustrados sexualmente: mulheres não precisam tanto do sexo como o homem. Nem preciso citar fontes mas sabemos que a mulher é muito mais cerebral. Para um homem, a pessoa nem precisa ser “bonita nos padrões que a indústria da beleza impõe”. Tendo “teta” e “chavasca”, tá “belê”.

Homens não gostam de perder tempo conversando muito. Homens gostam de atitudes.

Tenho 32 anos e posso contar na palma de uma das minhas mãos as mulheres que tinham o mesmo apetite sexual do que eu.

O resto do tempo que seria dedicado ao sexo, (já que não namoro pois as regras impostas pelas mulheres em um namoro não me convém nem um pouco), ou acabo na pornografia pela internet ou na pornografia pela internet.

Quando era mais jovem e ainda mais fogoso, ia constantemente nos puteiros da Vila Madalena. Em alguns tinha até entrada VIP.

Antes, para conquistar alguém, era só esperar o “verde” e dizer aquela sua melhor frase. Podia não dar certo na hora mas a mulher saberia que você estava afim dela. Em um momento de fraqueza ou dificuldade, ela sempre acabava voltando pra receber um outro elogio.

Hoje, por causa de alguns otários, todas as mulheres, sem excessões, estão andando como verdadeiros robôs nas ruas. Se você se atreve a olhá-la, com certeza levará um olhar de resposta de desprezo com julgamento de “homem da pior espécie”.

Atualmente, quando vejo uma mulher vindo em minha direção em uma rua, atravesso para o outro lado. Sei lá o que pode me acontecer! E se eu achá-la atraente e ter vontade de estuprá-la ali mesmo? Ou talvez tire meu pau pra fora e ejacule em seu ombro enquanto ela anda. Ou pior: dependendo de como ela estiver vestida, posso de repente apreciar e no lugar de dizer que adorei o seu estilo, com certeza a chamarei de “gostosa do caralho!”

Não estou negando que existam homens babacas que extrapolaram todos os limites do bom senso.

Estou apenas sinalando que muita mulher radical e mal amada está misturando tudo e outras mulheres estão indo na onda.

Outro dia, ia entrar no meu curso de dança e uma garota me disse algo que não entendi. Respondi:

  • – Ô minha linda! Não entendi. Pera! Desculpe! Não foi o que eu quis dizer. Na verdade ia dizer ‘Oi, não entendi!’ Me desculpe.

Como estávamos rodeados de diversas pessoas e todos começaram a olhar continuei:

  • – Ué? Tudo é assédio sexual agora! Tenho até medo de ser gentil com uma mulher. Outro dia abri a porta para uma garota e porque disse ‘damas primeiro’ escutei que esse discurso reforçava a fragilidade das mulheres. Olhei para ela e disse ‘Beleza! Então entro primeiro.’

Gostaria muito de ver toda essa indignação feminina em todas as situações onde o assédio se apresenta. Infelizmente, quando as mulheres estão tendo algum retorno, aceitam ser chamadas do que quiser.

Outro dia estava em uma balada e perto de onde estava havia a entrada pro camarote de um jogador famoso. Os seguranças que ali estavam, selecionavam como queriam as mulheres.

Vi uma escutar:

“Só vou deixar você entrar porquê você é muito da gostosa!”

Ela riu e subiu.

Mais tarde, indo ao banheiro, encontrei essa mesma menina vindo em minha direção. Tentei a  sorte: olhei-a nos olhos e lancei “Você é linda!”.  Eu não estava babando, bebendo, gritando, com a piroca na mão… Ele me deu um daqueles olhares gelados e de reprovação.

Recolhi-me à minha insignificância e fui dançar.

Como ironia do destino, em determinado momento da balada, existia um círculo ao meu redor. Acrobata e dançarino, às vezes me empolgo e acabo dando show.

Não é que “aquela menina” veio me dizer “Nossa! Você dança super bem! Quer beber algo comigo?”

Respondi: “Com licença por favor, não falo com mina interesseira!”

Quero um mundo onde homens possam expressar o que sentem sem ferir a honra de uma mulher. Quero um mundo onde a mulher apenas diga “Não!” e o homem se limite à sua insignificância respeitando o “não” que recebeu. Mas também quero um mundo onde a mulher seja menos interesseira e abra uma porta para conhecer de verdade os homens.

Uma antiga peguete me disse:

  • -“Ai credo! Tá tão difícil de arrumar um homem!”
    РPorqu̻?
    – Porque só tem veado!

Nesse exato momento lembrei que ela tinha compartilhado o “#metoo” e toquei no assunto.

Ela disse que tinha sofrido uma ameaça de um cara na rua.

Pensei comigo “mas aí não é SÓ UM HOMEM, é um doente.”

O que quero dizer é que enquanto colocarem todos os homens como possíveis agressores e prováveis estupradores, assediadores, machistas, misóginos, homofóbicos…. Então, vou continuar a me sentir incomodado e falar a respeito, mesmo que isso incomode muitas mulheres.

Sou heterossexual e gosto de mulher mesmo. Gosto de olhar pra uma mulher e apreciar sua beleza. Gosto de transar. Se pudesse transaria com uma diferente todo dia. Talvez com 3 diferentes por dia. Por hora!

Sou pai de uma menina linda de 6 anos e o que ensino à ela é que ela deve ser feliz acima de todas as coisas. Que ela nunca deve escutar os pais 100% pois ela deverá viver a vida que quiser e não a vida que imporemos.

Não aceitaria falta de respeito com ela, da mesma forma que com qualquer outra mulher. Entretanto, se um dia ela com seus 18 anos e estivermos caminhando, ela maravilhosamente linda, recebe um elogio, não vejo problema nenhum nisso.

Entendam a diferença entre

Ser educado e admitir que algo é belo x  Ofensa, falta de respeito e educação:

  • Você é bonita! (realista)
  • Eu te chuparia inteira! (escroto)
  • Adorei seu estilo! (realista)
  • Você vestida assim eu te deixava pelada e te chuparia inteira! (escroto)
  • Desculpe te incomodar. Você acha que rolaria da gente se conhecer melhor? Te achei bonita mas não quero parecer um tarado. Se você aceitar, te passo meu facebook e a gente troca uma idéia depois. (realista)
  • Ô gostosa! Liga pra mim que eu te chupo inteira! (escroto)
Até a próxima pessoal!

 

 

 

 

 

Compartilhe conosco sua opiniao

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s